Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

O BRDE no esforço coletivo contra o coronavírus

Publicação:

BRDE
Foto - Divulgação

Há quase 60 anos, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE está ao lado das pessoas, empresas, instituições e governos que promovem o desenvolvimento socioeconômico nos três estados da Região Sul: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Neste momento de dificuldades extremas, trabalhamos com o objetivo de garantir todo o apoio para salvaguardar não apenas a economia, mas, fundamentalmente, a vida e o bem-estar coletivos em nossa região.

Nesse sentido, informamos que:

• De modo urgente e célere, o BRDE formatou um programa emergencial para destinar crédito aos micro, pequenos e médios empreendedores dos setores mais atingidos por essa crise, como o turismo, economia criativa, prestação de serviços, alimentação, entre outros;

• O BRDE disponibilizará, nos próximos seis meses, um mínimo de R$ 1,3 bilhão, para atender às necessidades emergenciais de nossos clientes, notadamente as micro, pequenas e médias empresas e os empreendedores individuais, bem como as municipalidades;

• O BRDE está atuando, de forma intensa e permanente, junto aos provedores de fundings, nacionais e internacionais, a fim de viabilizar a postergação dos pagamentos devidos, com o intuito de repassar essas vantagens aos clientes do BRDE;

• Todas as medidas emergenciais provindas desses fornecedores de recursos serão repassadas aos clientes do BRDE;

• As operações de crédito rural receberão o tratamento que vier a ser estabelecido pelo Governo Federal através do Conselho Monetário Nacional, assim como as operações realizadas ao amparo do Programa de Sustentação do Investimento – PSI, considerando que ambos dependem de legislação específica, não se aplicando as medidas emergenciais divulgadas pelo BNDES;

• O BRDE iniciou negociações com os provedores de fundings para o aumento imediato dos limites de crédito, o que permitirá ampliar os recursos já disponíveis para financiamentos;

• Em conjunto com as demais instituições de fomento nacionais, através de sua entidade da ABDE, entidade que as congrega, bem como as entidades internacionais de fomento, o BRDE trabalha para que o Governo Federal e os Governos Estaduais do Sul viabilizem a criação de alternativas de Programas Emergenciais de Mitigação dos Efeitos do Coronavírus, tanto para redução dos efeitos na Saúde Pública como das consequências negativas sobre a já comprometida economia nacional;

• Incumbe informar que os recursos que vierem a ser disponibilizados nos programas emergenciais se somarão aos R$ 900 milhões do Programa Promove Sul, lançado em janeiro de 2020, destinado à promoção do desenvolvimento sustentável, com uso de recursos próprios do BRDE.

• O BRDE instituiu um Plano de Contingência para sua operação diuturna, a fim de proteger a saúde de seus funcionários, os quais já estão, em sua maioria, trabalhando na modalidade “home office”;

Com tais medidas, que serão alvo de detalhamento técnico nos próximos dias, buscamos atender à clara determinação dos três governadores – do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná – para, de forma integrada, solidária, célere e coerente, auxiliar nossos estados e seus cidadãos a vencer essa crise sem precedentes.

A todos os nossos clientes, pessoas físicas e jurídicas do setor produtivo e do setor público, prestamos solidariedade e permanente apoio. Juntos e de forma coordenada, estamos certos de que ultrapassaremos esse período e sairemos ainda mais fortes.

Marcelo Haendchen Dutra – Diretor Presidente (SC)

Luiz Corrêa Noronha –  Vice-Presidente, Diretor Financeiro e Diretor de Planejamento (RS)

Wilson Bley Lipski  – Diretor de Operações (PR)

Luiz Carlos Borges da Silveira – Diretor Administrativo (PR)

Vladimir Arthur Fey – Diretor de Acompanhamento e  Recuperação de Créditos (SC)

Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo