Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

São Borja projeta instalar plataforma logística

Publicação:

sborja
sborja - Foto: Divulgação SDECT

O diretor do Departamento de Ações e Projetos Especiais – DAPE, da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia - SDECT Lucídio Ávila, avaliou com o prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, em reunião efetivada nesta terça-feira (23), alternativas para o desenvolvimento municipal. O DAPE coordena as atividades das áreas e distrito industriais e a prefeitura está trabalhando no sentido de mostrar o município como uma alternativa para sediar investimentos. Acompanhou a reunião a chefe da Divisão de Apoio aos Municípios, Neuma Míssio, que elabora estudos locacionais para a instalação de indústrias.

Bonotto , que estava acompanhado de Lúcio Prado, adiantou que recebeu representantes da Gefco Logística, para discutir os benefícios que a empresa teria instalando-se em São Borja. Para o prefeito através do Centro Unificado de Fronteiras, local que concentra órgãos fiscalizadores do Ministério da Agricultura, da ANVISA e da Receita Federal, a liberação de cargas na fronteira fica mais ágil. Bonotto adiantou que está projetando implantar uma plataforma logística o que representa mais uma vantagem para a empresa que utilizar São Borja como rota de transportes.

Lucídio Ávila assinalou que no Distrito Industrial de Rio Grande (DIRG) a Gefco ocupará um espaço de 13,14 hectares na área 1, e implantará um centro logístico para automóveis, com vistas a atender o fluxo de veículos provenientes do Mercosul, notadamente as demandas das montadoras Peugeot e Citroën da Argentina. O investimento total da empresa franco-russa no Rio Grande do Sul é de cerca de R$ 33 milhões, com geração de aproximadamente 360 empregos.

Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo